Uma boa Amizade facilita tudo na Vida Corporativa


Não adianta querer negar: assim como na vida pessoal, boa parte dos negócios que fazemos na vida corporativa são guiados por amizade ou no mínimo por semelhança entre valores. Todos nós revendedores, por mais frios que sejamos, dificilmente mantemos uma longa relação de parceria com um fornecedor se as pessoas que comandam o negócio não nos agradarem. Um bom gerente de contas, um gerente agradável e atencioso, um diretor acessível são só algumas das peças fundamentais para que se comece uma boa relação entre um fabricante ou distribuidor com uma revenda.

É claro que bons produtos, ótima condição de pagamento, mix, prazo de entrega e bons preços são muito importantes para se construir uma boa relação comercial. Mais a parceria longa, aquela estabelecida para perdurar e que invarialmente gerará o faturamento certo e sadio do distribuidor só será criada se houver algo próximo de amizade. E, quando esta relação se estabelece, questões menores são sempre descartadas.

Uma boa parceria é aquela onde o revendedor aceita comprar mais caro com seu fornecedor parceiro quando o mesmo não tem a melhor condição comercial no momento, é aquela onde o distribuidor fica até mais tarde do que o comum faturando pedido para entregar no prazo que o cliente final precisa, é aquela onde a Revenda tem informação priveligiada, e onde em um almoço de negócios o que menos se fala é, justamente, sobre o volume de compras e a projeção para os próximos meses.

Este tipo de relacionamento é muito difícil de ser criado. Dizer que há uma receita para criá-lo também é pura besteira. Porém, como posso me dar ao luxo de dizer que em nossa empresa possuímos pelos menos 3 parcerias assim, digo a vocês que tudo começa com o respeito e admiração pelo trabalho mútuo. Sem dúvida nenhuma esta é a atitude mais importante. Reconhecer que quem está do outro lado está fazendo o possível para melhorar a nossa vida e não nos ferrar, também é um começo. Ir aos eventos que seu parceiro faz mostra que você se preocupa e tem interesse em ouvi-lo. Almoçar ou jantar de vez em quando com os fornecedores também é legal. A partir do momento que ambos (revenda e fornecedor) tem estômago para compartilhar a 3a. ou 4a. refeição em conjunto, é um termômetro de que a parceria está caminhando para algo mais próximo (pior que é sério isso)! E, para finalizar, um conselho final para as revendas: fabricantes e distribuidores são fornecedores, e não empregados. Brigar, xingar ou tentar fazer com que sua vontade prevaleça pela ignorância não vai resolver nada. Pior: transformará sua relação com o fornecedor em algo insustentável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s