Distribuidores devem Compartilhar suas Listas de Inadimplentes…


Por Vítor Peixoto

Não é segredo para ninguém que o volume de negócios agenciados cresceu muito em 2013. Seja por uma questão de logística, de operação ou de impostos (grande maioria dos casos) as revendas estão menos resistentes a esta modalidade e estou sim adequando suas operações para ter um maior volume de agenciamento ao invés de um maior volume de compra para revenda.

Na outra ponta, temos ainda algumas boas revendas optando pelo modelo de compra e venda, por entender que este é o melhor modelo para operar o seu negócio.

Não entrarei no mérito do certo ou errado disso pois cada um opera sua empresa da maneira que achar mais conveniente ou lucrativa. Mas o ponto é: com um mercado tão instável como vem sendo o de 2013, como trabalhar o crédito?

Sim, o crédito. Problemão para alguns distribuidores que, atualmente, possuem taxas de inadimplência altíssimas, tanto com revendas quanto com clientes finais. É claro e evidente para todos que, no caso de inadimplência de revendedores a notícia se espalha mais rápido e o crédito acaba minguando mais rápido também para o revendedor. Mas e os usuários finais? Em um mundo onde o agenciamento cresce esperar 60, 90 dias para protestar um título faz com que um cliente final afim de dar um golpe e esperto, compre pelo menos uma vez com cada distribuidor, de revendas diferentes talvez. Até o cerco fechar, o cara já deu balão no mercado em vários distribuidores e em várias revendas.

Alguns podem até pensar (o que eu duvido muito): minha empresa tem lastro. Não estou nem aí se isso acontecer. Aliás, se eu tomar um balão e meu concorrente também não tem problema, pois eu tenho maior disponibilidade financeira que ele.

Falamos tanto em união em prol de um bem comum. Então eu pergunto: uma revenda que paga direito quando compra e que só manda clientes adimplentes no agenciamento não merece ter uma taxa mais baixa? Não é um cara que oferece menos risco? Agora, uma revenda que tem problemas de caixa e que envia muitos clientes para agenciar que dão problemas depois não merece ter uma política mais rígida em relação a crédito?

Por isso peço que considerem a ideia de trocar, em alguma intensidade, estas informações. Sei que já existem algumas iniciativas a respeito mas, ao meu ver, são insuficientes. Troquem suas bases de CNPJS inadimplentes entre si e administrem isso de forma mais próxima. Sem dúvida nenhuma uma ação assim gerará um reflexo positivo na ponta para revendas que trabalham com mais seriedade ou administrando seu caixa de forma mais contida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s